Isto por aqui tem andado um pouco parado não? O gajo não tem escrito muito ultimamente… Não. Ainda não é desta que eu vou dizer: “Ah, pois, está na hora de mudar e fazer uma retroespectiva da minha vida… Talvez volte talvez não…”. Ficam já a saber que no dia em que a casa fechar, ponho aqui um post a dizer encerrado e pronto.

Confesso que ando a perder a paciência mas não é nestas bandas. É noutras… Naquelas em que nós carregamos numa tecla e demoramos 50 voltas da ampulheta para ver algo a acontecer. Enfim, coisas…

browser last nightHoje fiz o upload para o Flickr de uma foto tirada pelo menu novo telemóvel. Sim, que eu arranjei um novo telemóvel depois da Patricia ter solenemente terminado com a vidinha santa que o meu muy amado 6310i levava. Triste fim no chão da Mercearia Vencedora do Jardim do Tabaco… Adiante. Depois de muito ter pensado, de quase ter jurado não mais possuir um Nokia (tristes experiências com o 6600), depois de quase ter morrido de amores por um Sony Ericsson… Acabei por comprar um Nokia. Outro. Desta feita um 6630. Isto tem uma explicação: Por 50 euros não compravam? Tendo em conta que, não vos apetecia gastar um só que fosse? Pois eu não perdia a oportunidade e lá fui aproveitar os milhares de pontos que se foram juntando na TMN ao longo dos anos. Pela módica quantidade de 1350 pontos acrescidos de 50 euros trouxe para casa esta pequena maravilha. E não é que até estou a gostar. Tenho-o à já uma semana e ainda não se desligou vez nenhuma o que, comparando com o meu 6600 é um feito sem igual. Não é tão grande como pensava e nem tão pesado. O meu portátil reconheceu-o de imediato quer via bluetooth quer via cabo (que já vinha incluido assim como os auriculares estereo e um cartão de 64 Mb que entretanto foi substituido por um de 256). Liguei-me à Internet quer no próprio telemóvel quer via PC numa questão de segundos. Com uma velocidade incrivel. A mim nunca me enganaram. Nos tempos das velhinhas Psion e da minha Ericsson MC218 (que era afinal uma Psion 5mx), já o Symbian dava bailinhos ao Windoze no que a sistemas móveis se referia. Continua a dar. Essa foi a principal razão pela qual optei por este telemóvel ao invés do (igualmente disponivel nos pontos TMN) Qtec S100. Andar com o Windoze num telemóvel??? Se ele tem os problemas de gestão de memória que tem quando falamos das máquinas grandes quem me convence que os problemas foram ultrapassados nas pequenas? Fiquei com pontos de sobra. Muitos. E que agora não posso trocar por outro telemóvel nos proximos 18 meses mas sinceramente? Não importa. Troco por outras coisas. O que interessa é que a bateria está a durar 2 dias (o que também não é mau nestes novos equipamentos apesar de me fazer uma impressão enorme pois estava habituado a carregar de 15 em 15 dias), e as chamadas chegaram todas. Pelo menos até agora. Mais se dirá em breve.

2 thoughts on “Telemóvel novo hein???

  1. Nada mau, para um telemóvel.
    O problema maior é a focagem.
    Mas nada mau. Já dá para fotografar os escritos da casa de banho.

    A única maneira de comprar um telemóvel é assim. Barato.
    Só quando o outro foi urinado pelo gato e entrou em curto-circuito é que dei uns €40 + pontos por esta mavavilha da tecnologia que tenho hoje. Dar uma fortuna por uma merda que tem como função telefonar não é para mim. Se quiser jogar jogos, ver filmes, catar piolhos, limpar o rabinho a bebés e fazer batidos de fruta tenho outras maneiras. :P

    O.D.E.I.O telemóveis e (principalmente) campanhas de operadoras de telemóveis.

    Bah!

  2. …uma merda que tem como função telefonar…

    Essa foi uma das razões que me levou a optar por este em vez do S100. Eu queria um telefone e não uma batedeira. E mesmo para os mais fanáticos dos gadgets há que entender: A evolução dos ditos não é igual para todos. Provavelmente dentro de alguns meses eu iria querer um telemóvel novo mas em termos de pda’s o mundo talvez não tivesse evoluido a ponto de eu necessitar de trocar o meu… Neste campo continuo a pensar que cada macaco deve estar no seu galho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*