Dias virados do avesso. Um gajo paga uma assinatura de 25 euros à TMN e que nos dizem eles? Até já… Ainda ontem a máquina estava perfeita. Ando eu a espalhar aos sete ventos que estou muito contente com o meu telemóvel e eis senão quando, acordo sem rede. Nicles. Népia. Nem 3G nem GSM nem o raio que o partisse. Nada. Tento ligar para o 1696 (serviço de apoio ao Cliente da atrás referida operadora) e recebo um magnifico “Sem cobertura de rede”. Boa. Já no trabalho tento novamente e sou brindado com a mesma resposta. Isto começa a enjoar. Tento do fixo ligar para o 1696. Nada. Impossivel. Bem – penso eu – talvez tenha a ver com as nossas linhas (aquela cena de marcar o zero e coiso e tal). Tento a linha alterantiva para quem liga do estrangeiro (a preço roaming): 96 16 96 000. Chama que chama e volta a chamar caindo logo de seguida. Muitas tentativas levaram-me a uma em que finalmente se fez luz: O rap da TMN estava a tocar… Fui atendido pela Diana Melo que me diz muito prontamente assim que lhe identifico a situação: “Não é um problema do seu telemóvel nem do seu cartão. Trata-se de uma anomalia de rede que a TMN está a tentar regularizar”. Mas então – pergunto eu ingenuamente – porque é que todos os telemóveis TMN aqui à minha volta estão com rede e só o meu é que não? A resposta foi pragmática q.b. “É assim. Não afecta todos os clientes.”. Confesso que uma resposta como esta me desarma em segundos. Quase a desistir (é dificil seguir um raciocinio inquisidor ou pelo menos na tentativa de esclarecer quando são estas as respostas) tentei ainda uma outra questão: E se eu ficar vários dias a sofrer desta anómalia? Eu pago uma assinatura para garantir serviço todos os dias do mês. Quem me vai compensar do prejuizo? A resposta estava pronta e eu nem a vi chegar – “A TMN também tem todo o interesse que o Cliente estabeleça comunicações.”. Sim, eu sei. Claro que eu sei. Cai de rastos. Nada mais havia a dizer a não ser um obrigado.

Aguardo agora, sem rede, o próximo episódio desta epopeia que estou certo, muito ainda tem para me dar…

3 thoughts on “Epopeia TMN Parte 3256

  1. Vodafone desde sempre e sem qualquer razão de queixa. Quer dizer uma mas foi uma desosnetidade de uma funcionário que re apressaram a corrigir.
    Sou alérgico a tudo quanto cheire a PT.

  2. Eu sou cliente Vodafone (ex-Telecel) desde 1995, e também não tive problemas até agora, excepto pontualmente mas nada de significativo.
    Estou também em fase de cura do monopólio PT, como já disse praí algures.
    Entretanto, relativamente ao problema do telefone, e falando mais tecnicamente, pode ser simplesmente o aparelho crashado, podes tentar (não sei se já o fizeste) desligar, tirar a bateria, o cartão e voltar a montar tudo tentando que não sobrem peças.
    Se mesmo assim não resultar, pode ser que haja alguma incompatibilidade entre o telefone e o sistema da rede TMN, já que é tudo baseado em software, tal como tudo o resto sofre de bugs.
    Se mesmo assim não der… pois, é esperar, queixa por FAX, etc etc. ou então trocar de rede ;)
    Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*