De Paulo Filipe Monteiro, uma leitura que, apesar de obrigatoria, se faz com um certo gosto…

E as máscaras ó Deusas, as máscaras…

Sent from my Samsung Galaxy S Android phone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*