Porque nem tudo pode ser tão sério como a vida que levamos, o mais recente livro de Tom Sharpe, O Legado de Wilt, pareceu-me um bom começo para leitura de férias. Aliás, não é a primeira vez que Tom Sharpe me acompanha em Setembro.

Tom Sharpe tem agora 82 anos e há pelo menos 20 que me faz rir de viva alma. Tenho todos os seus livros publicados em Português e não me lembro de um que não tenha gostado.

Wilt tem sido o seu personagem de estimação desde o livro com o mesmo nome que escreveu em 1976… Acho que o ultimo li deste azarado personagem foi em 2005. Wilt agora volta, em pleno século XXI e, ainda que as gargalhadas não sejam as mesmas, os sorrisos sinceros e as horas em que não pensei em outras coisas com menos graça, estão lá.

Foi um bom começo. A ver vamos que mais por ai vem…

Tom Sharpe - O Legado de Wilt

Nota para a Teorema: Gostava muito mais das vossas capas antigas… Sério…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*