Já há muito que sigo a série Fringe (desde o seu episódio piloto) e sempre tive a mesma sensação: Estava perante os X-Files do século XXI. “Heresia, heresia!” gritam alguns… Bem, eu já esperava por esses gritos desde Julho do ano passado… Não incomodam. Agora admito-o: Fringe é definitivamente o X-Files do século XXI.

Mas porque raio veio agora Fringe à baila?

  1. Porque assisti ao episódio 17 da primeira temporada e a frase “Fringe é definitivamente o X-Files do século XXI” foi a primeira coisa que me veio à cabeça.
  2. Porque durante o episódio pensei por várias vezes nas semelhanças de Fringe com Alias (A Vingadora por cá) e com Lost (Perdidos na TV nacional) e identifiquei mais um padrão nas minhas preferências televisivas.
  3. Porque soube que Leonard Nimoy vai aparecer em Fringe ainda este mês, no final da temporada, interpretando William Bell, o misterioso patrão da Massive Dynamic e ex-colega de Walter Bishop.

Yeap. That’s it. Leonard Nimoy. O Mister Spock em pessoa. Sem mais quê nem porquê. E aparentemente é ele quem virá trazer a luz (espera-se que ténue senão a coisa perde a graça) a Fringe… A ver vamos.

9 thoughts on “Fringe é definitivamente o X-Files do século XXI

  1. Se 17 episodios para ti é ” seguir há muito”, imagino o que dirás em relação aos X-Files. Fora de brincadeira e voltando ao assunto…as semelhancas com o Lost,suponho que se resuma aos varios plots e subplots que vão surgindo ( espero que se houver 2ºS não se espalhem e deixem nós por desatar, como o Lost), ou há mais?; o Alias, suponho que a relação seja a “quimica” de equipa entre os principais e secundários, coisa que no X-Files se cingia aos 2 principais, , e quanto ao X-Files, a colagem a varios niveis é obvia e propositada, apenas acho que a dinamica entre a Loura e o moreno deixe muito a desejar, e na minha opiniao o filho tem vindo a diminuir a sua importância e o pai segue destacado, tanto pela sua importancia no Plot principal como pela qualidade da personagem e do actor. O grande problema deste tipo de series, com ligaçoes a Fringe Science, Aliens, Conspirações, etc.. é que demoram a ganhar seguidores, e as Networks já não tem €£$ e tempo para esperar pelos seguidores. Não sei se já esta prevista uma 2ª epoca, espero que sim. Deixo esta questão: Se no Jericho perante a ameaca de cancelamento enviaram toneladas de Nuts, o que será que os fãs vão enviar no caso do Fringe ( bate na madeira 3x)?
    Quanto ao Nimoy é sempre benvindo, e deve ser coincidência e eminente estreia do Star Trek, onde ele tb aparece….

  2. Há algum tempo atrás, eu também já tinha feito essa comparação (no Twitter) entre o Fringe e o Alias porque realmente tinha notado as enormes ligações entre as duas séries: a supremacia de uma agente feminina que vem a saber-se ser uma peça fundamental de algo grandioso que está ainda para ocorrer.

    E depois a parte restante (os fenómenos paranormais, a ciência “inacreditável”) é sem dúvida uma ligação aos nossos tão estimados X-Files. :-)

    Eu também sigo a série semana a semana com muita atenção e cada vez estou mais cativado. É engraçado como também já me tinha questionado sobre quando é que iriam finalmente apresentar a personagem do William Bell, mas fiquei (agradavelmente) surpreso aqui com a tua divulgação de que afinal vai ser o Leonard Nimoy.

    A ver vamos se conseguem terminar a temporada em beleza ou se vai ser mais um fiasco.

    Até agora o J.J. Abraams ainda não me desiludiu :-)

  3. E depois ainda falta saber algo mais sobre o Watcher, afinal é um personagem que aparece em todos os episódios.

    O Fringe foi oficialmente “renewed” para uma segunda temporada.

  4. Cá em casa já vimos o 18 e o episódio 19 já cá canta…talvez amanhã que hoje foi dia de CSI Las Vegas.

    Pois é, para nós, apesar dos casos que lembram os X-Files, é um outro (não) caso que nos faz lembrar a mítica série… A Olivia e o Peter parecem o Mulder e a Scully, estão quase a enrolar-se e nada…

    Continua a dar sugestões de séries que estamos prestes a entrar num intervalo das principais – o Heroes já se foi.

    P.S. – Viva o Dollhouse

  5. Também gosto muito e não foi dificil apegar-me aquilo… não sei se tem que ver com a bonita australiana ou nao, mas provavelmente também. Mas para além dos entusiasmantes temas X-files (sem quere comparar o que quer que seja), o desempenho dos autores é também muito bom, nomeadamente o Doc Bishop.
    Vou ver o ep18 agora

  6. Também acompanho a Fringe. Muito medo, muito medo.

    Temos gostos em filmes muito semelhantes.

    Já viste a antiga nova Battlestar Galactica, e logo de sequiga (re)ver a antiga? Isso sim, é momento glorioso!

    Rui

  7. Pois que as boas noticias já aqui foram referidas: Fringe vai ter nova season (ainda que as restantes series do canal ainda não tenham sido granjeadas com novidades). Por outro lado, Dollhouse está a passar um mau bocado e não sei se sobreviverá ao escrutínio das audiências.

    Quanto a séries novas, acho que por enquanto não tenho espaço para mais. Começa a ser difícil controlar e arranjar tempo para seguir as que sigo…

  8. Se o dollhouse não continuar será uma grande pena.

    A preparar o defeso, começámos ontem o Eleventh Hour, também do género X-Files.

    Já tenho de ter um Excel para me dizer os dias a que dá cada uma e em que episódio vou :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*